Psicologia do WebDesign

Psicologia do WebDesign

Webdesigners deveriam prestar mais atenção em como os princípios psicológicos básicos podem afetar a experiência de seus visitantes sobre os sites que eles constroem. Se você levar em conta a Psicologia em seu projeto de website, poderá ter alguns efeitos positivos sobre o resultado final: você provavelmente vai acabar obtendo visitantes mais felizes, que são mais propensos a realizar as ações que você quer que eles realizem, ou seja, entrar em contato com você, comprar seu produto, ou recomendar o site aos amigos. Aqui estão algumas técnicas que você pode usar:

1. Descubra quem são seus visitantes

Saber quem são seus visitantes é o primeiro passo, muito importante na concepção de um site. Descubra qual é seu usuário-alvo e, em seguida, descubra quais gatilhos emocionais irá trabalhar para eles.

Leitura recomendada: 10 Maneiras de Promover Marketing em Mídia Social

2. Entreviste seus clientes/visitantes

Se você não tiver certeza do que seus usuários ou visitantes querem, tente entrevistar alguns deles. Encontre clientes atuais ou antigos e veja se eles estariam dispostos a responder a algumas perguntas sobre o seu site. Em seguida, crie perguntas significativas com base em objetivos específicos do seu próprio site. Mais importante ainda, agir de acordo com os conselhos que lhe dão. Muitas vezes, as empresas fazem entrevistas ou pesquisas, mas nunca fazem alterações com base no que eles disseram.

psicologia3. Crie um Sitemap para seu site

Você precisa criar um mapa de todas as páginas do seu site para que possa garantir que cada página tenha apenas um foco. Faça uma lista de tudo o que precisa estar no site, em primeiro lugar, e, em seguida, mapeie em quais página cada item deve estar (o ideal é uma página por item).

4. Reúna seus elementos de branding

Faça uma lista ou crie um arquivo dos elementos comuns utilizados para representar sua marca. Provavelmente, inclui um logotipo, um esquema de cores e, possivelmente, um tipo de fonte. Em seguida, descubra onde incorporá-las em seu projeto de site.

5. Faça um Teste A / B

Mesmo se você fizer isso com um número limitado de visitantes, é importante descobrir quais os elementos do site funcionam melhor. Se não tiver certeza de que seus visitantes sentem-se mais confortáveis com uma determinada página, teste-a com duas versões para ver qual delas consegue melhores resultados.

Psicologia do WebDesign é algo que todo designer deve se esforçar para aprender mais, e incorporar em seu fluxo de trabalho. Não demora muito tempo e não é difícil, então não há nenhuma desculpa para não levar pelo menos alguns desses princípios, e colocá-los em prática.

 

Convido-os a visitar o ótimo blog Mente, Corpo, Espírito

Share this post

One thought on “Psicologia do WebDesign

Post Comment