Hoje vou tratar do tema Psicologia Comportamental em Redes Sociais. Primeiro vamos a alguns dados estatísticos – atualmente mais de 90% da população do Brasil acessa algum tipo de rede social, gastando no mínimo 5 horas mensais de média nesses sites. O líder de público atualmente é o Facebook, seguido do Orkut, e do Twitter (quase colado ao Orkut), depois vem Youtube, e por final o Google +. A quantidade maior de acessos é das mulheres, com cerca de 59%. Em torno de 41% usam as redes sociais para pesquisas antes de comprarem algum produto. 56% usam celular ou smartphone para acessarem o Facebook, enquanto 70% usam desktops, e 60% usam notebooks. 91% da população usa a internet da própria casa, 40% usa no trabalho, 25% usa na escola/faculdade, 24% usa na casa de amigos/parentes, 15% em locais públicos/gratuitos e 8% em lan houses. O principal objetivo das pessoas que acessam as redes sociais é manter contato com amigos e familiares (43%), seguido de informações de interesse (15%), ler notícias (13%), conhecer pessoas (7,5%), passatempo e jogos (5%).

 

redessociais

 

Baseado nesses dados, podemos concluir que as redes sociais podem ser usadas para campanhas de marketing de longo prazo, ao contrário dos anúncios em outros tipos de mídia (tv e outdoors, por exemplo). Mas o marketing em redes sociais exige interatividade – não basta simplesmente criar um perfil da empresa no Facebook, Twitter, Youtube… é preciso interagir o tempo todo, de preferência diariamente com os seguidores da página. De que maneira isso pode ser feito? Promovendo concursos, postando notícias interessantes (ou vídeos, no caso do Youtube), abrindo um campo para receber feedback dos clientes/consumidores.

Lembrando sempre de usar as mídias sociais para divulgar o site da empresa, ou os próprios produtos, quando possível. O objetivo maior é a fidelização dos seguidores à sua marca e/ou produto. Para isso, é preciso dar motivos para que as pessoas sigam a página/grupo da empresa.

Cada uma das redes sociais possui estratégias próprias para divulgação, que comentaremos futuramente aqui no blog.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here