Microsoft compra Nokia, ou melhor, toda a parte de hardware de telefones da Nokia e as patentes por US $ 7,9 bilhões, em um negócio projetado para salvar tanto o legado da empresa finlandesa, quanto o futuro da Microsoft em dispositivos móveis.

A Nokia, que já foi a maior fabricante mundial de telefones celulares, tem se esforçado para se manter em alta no mercado, depois que os smartphones assumiram o lugar de aparelhos mais simples, após o lançamento do iPhone e dispositivos que executam o sistema operacional Android, do Google.

Em uma carta aos funcionários da Microsoft, Steve Ballmer, executivo-chefe, disse que o movimento, que inclui 5,6 bilhões dólares para a unidade de hardware e US $ 2,4 bilhões pela propriedade intelectual da Nokia – era um “passo ousado em direção ao futuro”.

 

nokia-microsoft

Mas o negócio não é apenas com relação aos telefones. Tablets, phablets e smartphones estão ultrapassando o número de PCs, que historicamente sempre foi o principal produto da Microsoft.

O presidente da Nokia, Risto Siilasmaa, admitiu que a saída efetiva da empresa finlandesa do negócio de telefonia móvel foi primeiramente uma decisão “emocional”, mas fazia sentido financeiro e estratégico.

Ele disse que não tinha recursos para promover adequadamente seus smartphones Lumia, que usam o sistema operacional da Microsoft Windows Phone, em um setor dominado pelo iPhone da Apple e aparelhos rodando o software Android, do Google, particularmente a linha Galaxy da Samsung.

Ele disse: “A indústria está se tornando um duopólio com os líderes dando impulso financeiro significativo. A Nokia sozinha não tem os recursos para financiar a aceleração exigida “.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here